sexta-feira, 3 de setembro de 2010



Droga, porque não abracei e não soltei nunca mais?
Eu tive a chance até.