sexta-feira, 26 de novembro de 2010


Mas eu pude te sentir tanto. Quando você disse “eu não quero te perder” eu tive vontade de te dar um soco na cara só pra te beijar depois. E dizer que ei, olha pra mim, como é que eu vou te deixar?
Assim fomos. E o teu aroma no meu nariz, acabando comigo e me querendo fazer vomitar. Mas ao desligar o telefone e ficar sem você, eu pude perceber que eu não queria vomitar porque você colocou aroma demais. Eu quis vomitar porque eu não suporto precisar tanto de você assim. Eu não suporto tem que me controlar quando te vejo pra não sair te abraçando cada segundo que eu te ver. Eu não suporto conversar com você e não te chamar de amor, eu não suporto saber que eu decorei todos os contornos do seu rosto, da sua boca, e decorei todas as suas sardinhas, eu gravei sua voz em mim, seu sorriso, o tamanho da sua mão, o barrulho do beijo na sua bochecha direita, .
Eu só não suporto saber qual será o fim de tudo isso.
(disse de tudo, não de nós.)