segunda-feira, 29 de novembro de 2010



Tenho um forte receio, que chegou para mim aquelas horas que ou a gente muda ou a gente muda. Mas uma mudança completa, em todos os sentidos possíveis.
Tudo bem, que quando nós fazemos aniversário e obviamente ficamos mais velhas(os), o que é meu caso, tendemos a ter esse tipo de pensamento.
Não sei o que é certo, o que devo fazer, pra onde ir, o que planejar... Só sei que é a hora de despertar e agir. Mas por onde começar ? Pelo o que começar ? O que fazer ? Quando fazer ?Como fazer ?
Pelo jeito, voltei a minha antiga mania de questionar demais. Mas nem sei se busco respostas, a dúvida as vezes é mais divertida e me traz bem mais coisas e possibilidades do que uma resposta concreta. O que quero mesmo é questionar!
Voltando a mudança...Minha fiel companheira, ansiedade, anseia por isso. Pensa a todo instante, constantemente, até em como não se pensar nisso já se pensou.
É! São em domingos ociosos como esse que caímos na real, porque depois dele é segunda-feira , a tão temida segunda-feira, o dia mais propício para mudanças.

*A única mudança, que não quero de modo algum, é você mudar de mim...