segunda-feira, 6 de dezembro de 2010



"Vem cá. Me dá aqui a sua mão. Coloca sobre meu peito. Agora escute. Olha o tumtumtum.
Você pode me ouvir?
É pra você, sua besta! É por você que meu coração bate! (...)"