quarta-feira, 16 de março de 2011



"…Ainda é cedo e eu preciso de amor. Só um pouquinho de amor… Quero que ele veja o quanto mudei por causa dele, na esperança de que seu riso congelado saia do automático e eu ganhe um único sorriso verdadeiro… Talvez meu amor tenha aprendido a ser menos amor só para nunca deixar de ser amor…"
Tati Bernardi