domingo, 27 de março de 2011


(Ei me deixa desvendar esses teus segredos , que fazem parte de todo esse mistério que é você menina, deixa eu te fazer entender que você não precisa rodar o mundo atrás dessa sua incansável sede de respostas, deixa eu te mostrar que você gosta muito mais de insistências e estadias do que pensa, deixa eu refazer esse seu sorriso e te transformar num clichê , deixa eu te convencer que não é tão durona assim e que você não quer mesmo ficar vivendo só de filmes, livros e músicas, deixa eu te mostrar que é muito melhor sentir do que observar, deixa eu te arrancar desse seu modo conforto, dessas suas convicções radicais, dessas cortinas preto e branco, me deixa quebrar esse seu muro, e te mostrar que não, você não esta bem assim, deixa eu confundir suas confusões, ocupar esse teu submundo, fazer as borboletas te visitarem, e tirar o equilibro dos seus joelhos, me deixa te mostrar que você gosta de se sentir amada, me deixa te amar….)