terça-feira, 3 de maio de 2011


 Tudo começou com um “Oi, tudo bem?”, e hoje não consigo mais viver sem você.