terça-feira, 21 de junho de 2011


Não. Eu não sei ate quando isso vai durar. Pode ser que amanhã eu acorde te amando menos, ou, talvez, nem te ame mais. É difícil, mas não impossível. Mas hoje, confesso que posso afirmar com toda a certeza do meu ser que és tudo pra mim. Jamais esperei sentir algo assim, mas sinto. Então, por favor, não permita que tudo isso se perca, não permita que eu acorde amanhã buscando outro sentido pra minha vida, buscando qualquer outra coisa que não seja você. Não quero, não espero isso. Se aconteceu, foi por uma razão. Mas sou apenas a personagem de uma história na qual o autor é você. Rendi-me a ti, te dei o direito de escrever o nosso fim. Torço para que seja um final feliz, ou, então, para que você largue tudo, venha comigo e deixe assim, sem um término, o resto, creio eu, que nossos corações serão capazes de decidir.