quinta-feira, 7 de julho de 2011


De repente, você começa a ponderar se não será assim mesmo o jeito das coisas, o jeito “certo” delas, por mais que pareça errado.

Caio Fernando Abreu