terça-feira, 13 de setembro de 2011


E a gente tem aquela vontade súbita de andar pela noite:
não apenas para olhar as estrelas, mas também para por elas sermos vistos.

Marla de Queiroz