sexta-feira, 18 de abril de 2014


Chega mais. Deixa eu te contar melhor a correria do meu dia. Deixa eu te contar dos meus tormentos e do quanto eu lamento por ter perdido algo por descuido, ansiedade ou por malandragem mesmo. Vem cá e deixa eu bagunçar a sua vida, a sua cama e o teu cabelo. Deixa eu dividir contigo o meu cobertor, a minha história e as minhas vaidades. Deixa eu sussurrar no seu ouvido algo sacana, que te derreta por inteira e te faça morrer de amores por mim. Chega mais e me chama de vida, complica os meus passos, me desconserta, me completa e me faz te querer por perto sempre que me sobrar tempo. Chega trazendo a calma, o tormento e o desejo. Vem e me tira do tédio e me faz suar. Vem e aposta na gente, completa o enredo, divide comigo os teus segredos, me conta os seus desejos e me deixa ser tudo aquilo que você sempre quis que eu fosse. Vem e me atiça, garante um lugar na minha cama e dorme aqui comigo sempre que for possível. Chega mais e atrapalha meus estudos, me tira do sério, me leva pra onde quiser e me tenha como quiser. Vem e se atira de cabeça, alma e coração. Vem e esquece o tempo e todo o resto. Vem pra eu te chamar de minha e pra matarmos a saudade sempre que ela fizer morada... Vem que eu sei do que você gosta e te faz vibrar. Vem que eu garanto o abraço, a calma, o conforto, os bons sonhos e tudo aquilo que você precisa. Vem cá, vem?
 
- Rogério Oliveira