domingo, 1 de junho de 2014


"...de um coração que foi triturado
Mastigado e jogado fora
Nada dessa fera que se auto devora
se auto destrói

e deixa no lugar um buraco gelado
que quando venta dói
Por favor, não ponham um marca passo
no espaço do meu coração..."