quinta-feira, 23 de outubro de 2014


Volta que eu cuido de ti e dou um jeito qualquer de tu ficares bom e então nós podemos ir embora. Qualquer outro lugar onde tu possas ficar completamente bom do meu lado e para sempre, volta que eu te cuido e não te deixo morrer nunca.

(Caio Fernando Abreu)