terça-feira, 16 de dezembro de 2014


"Eu chorei minha infinidade de coisas e o medo de você não querer abrir os mais de um milhão de baús que existem escondidos na caixa cerrada que eu guardo embaixo do meu peito."

Tati Bernardi