quarta-feira, 15 de setembro de 2010


Não, ela não era tola. Mas como quem não desiste de anjos, fadas, cegonhas com bebês, ilhas gregas e happy ends cinderelescos, ela queria acreditar.
- Caio Fernando Abreu