quinta-feira, 13 de outubro de 2011

 
… E eu fiquei parada, sem conseguir falar nada, só te ouvindo dizer que as coisas não eram como antes, e que, talvez, a gente não tivesse mais jeito. Te ouvindo falar tão calmo, que a gente estava tentando reconstruir tudo do nada; que nosso castelo tinha desabado há muito tempo. Te ouvindo falar… e tudo o que a gente já viveu passou diante dos meus olhos. Dizem que quando estamos perto de morrer toda a nossa vida passa como um filme diante dos nossos olhos.